quarta-feira, 1 de maio de 2013

EU E DEUS



Sei de um lugar fantástico,
onde será dificil transmitir,
passar ao papel uma imagem,
que está tão funda e imaterial.
Um ponto de encontro,
apenas comigo próprio.
Um local de culto pessoal,
um templo que parece eterno.
O meu templo, a minha entidade.
Não sei se o sonho passa por aí ?!
Se começa, ou mesmo acaba.
Sei que tem algo de cósmico,
algo de intemporal e divino.
Tenho "quase" a certeza absoluta,
numa visita constante e diária.
"Quase"... porque é indefinido.
Sei que é um lugar fantástico.
Sei que existe uma paz eterna.
Será essa a viagem da alma.
Será este o meu paralelo.
Serão todas as perguntas.
Serão todas as dúvidas,
um poder enorme que me atrai.
Sei que me lembra o útero.
Um planar saboroso e lento,
um vácuo meigo e terno.
A sensação é tão brilhante,
como será um beijo de mãe.
Sou efémero enquanto escrevo.
Controlo as ideias, os movimentos,
a tinta que transmite o sonho.
Apenas uma tentativa forte,
porque forte é esta sensação.
Sei que quando acordo assim,
depois deste vácuo divino,
sinto a realidade diferente.
Sinto paz e esperanca, agora!
Sinto vontade de adormecer,
de viver e acordar outra vez,
e voltar a planar neste vácuo.
O lugar,. esse é maravilhoso!
O meu templo, o meu Deus,
está aqui, dentro de mim.
Apenas e só, EU.

01 MAIO 2013 

6 comentários:

  1. "Apenas e tão só... EU."

    Só o extremamente atento à sensibilidade, sente o lugar fantástico que temos aqui, bem dentro da gente...
    Entender ainda é cedo, mas sentir já está de bom tamanho...
    Adorei!!!
    Parabéns pelo grande talento de transmitir exatamente o que te vai por dentro.
    Grande beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente com a recepcao da mensagem Elzinha.
      Beijo e obrigado

      Eliminar
  2. è bom saber Maria Sampaio. Grato pelo comentário!

    ResponderEliminar